Blog

Amazon e Google começam a vender e-books no Brasil ainda este ano, diz Folha

image

 

Parece que o mercado brasileiro de e-books vai receber dois grandes concorrentes ainda este ano. Segundo a Folha, Amazon e Google se preparam para, em algumas semanas, iniciar a venda de e-books no Brasil. Nós esperávamos isso do Google, mas parece que a Amazon se adiantou nos planos, caso o rumor se confirme.

Hugo Barra, do Google, prometeu em maio que livros digitais chegariam ao Google Play “em alguns meses“, assim como músicas. Dado que o app Google Play Music foi disponibilizado há poucos dias para o Brasil, parece que o Google está mesmo se preparando para ampliar seus serviços por aqui.

A Folha ainda afirma que o Google está se apressando para lançar seu tablet Nexus 7 no Brasil junto à estreia da Google Play Books, sem mencionar preço. Isso seria uma ótima notícia: gostamos do tablet em nosso hands-on, mas ele precisa dos serviços do Google para ficar completo – e eles podem chegar em breve.

Mas e a Amazon? Rumores diziam que ela só chegaria ao Brasil em meados de 2013. Bem, a Folha diz que, de fato, a venda de itens físicos – como DVDs, jogos e livros – deve começar só no ano que vem. Para tanto, a Amazon pode até comprar o Submarino, como divulgamos com exclusividade.

A venda de e-books, no entanto, pode começar antes do Natal. Uma das dificuldades da Amazon era com as editoras: elas resistiram à empresa por temerem uma queda brusca nos preços dos livros. No entanto, a Amazon chegou a um importante acordo, segundo a Folha:

Após um ano e meio de negociações, a Amazon chegou nesta semana a um acordo com a Distribuidora de Livros Digitais, que reúne as editoras Sextante, Rocco, Objetiva, Record, Novo Conceito, LP&M e Planeta. O contrato será assinado nos próximos dias.

Depois do acordo com a DLD, o caminho para a Amazon entrar no Brasil parece bem menos incerto.

Quanto ao preço dos e-books, eles devem ser em média 30% mais baratos que os livros físicos. É melhor do que muita empresa anda fazendo no Brasil – onde é possível encontrar e-books mais caros que versões físicas.

Mas falta uma peça neste quebra-cabeças: e o Kindle? A Folha sugere que ele chega até o final do ano, “como opção de presente de Natal”. Mas será? Um dos motivos para a Amazon adiar sua estreia no Brasil podem ter sido problemas de logística. Em alguns meses, eles já se prepararam para vender Kindles ao país inteiro?

Felizmente, o Kindle talvez não seja essencial para a Amazon vender e-books no Brasil, graças à estratégia “compre uma vez, leia em qualquer lugar” da empresa. Você poderá ler os e-books no iPad, iPhone, Android, Windows Phone, PC ou Mac. Então, num primeiro momento, talvez o Kindle não seja essencial, mas não se engane: estamos esperando sua chegada ao Brasil.

Google e Amazon terão a concorrência da Apple, que entrou no mercado brasileiro de e-books em outubro. Além disso, a Livraria Cultura venderá livros digitais e um leitor de e-books da Kobo, que deve estrear ainda este mês. [Folha]

Foto por Pen Waggener/Flickr
Publicado originalmente por Gizmodo Brasil

Categorias mais populares

  • Tecnologia : Teste um dois tres quatro
  • Investimento : Artigos que tratam sobre o investimentos em serviços para internet.
  • Redes Sociais : Artigos relacionados às redes sociais e ao uso das mesmas, ...

Tags

Artigos Recentes